PC deflagra operação que investiga fraudes em licitações na prefeitura de Candeias do Jamari

 Ação dos envolvidos poderia gerar prejuízo de mais de R$ 1 milhão aos cofres públicos.



A Polícia Civil de Rondônia deflagrou na manhã desta sexta-feira (15) a operação Articulata, que investiga fraudes em licitações e não execução de contratos públicos na prefeitura de Candeias do Jamari (RO).

Estão sendo cumpridos 16 mandados de busca e apreensão na residências do prefeito, prefeitura de Candeias do Jamari, na secretaria de obras e na procuradoria, além de duas suspensões do exercício de funções públicas e constrição de bens dos Investigados.

Segundo Delegacia Especializada em Combate à Corrupção (DECOR), que investiga o caso há 4 meses, existem indícios de possíveis fraudes em licitações e não execução de contratos públicos, envolvendo agentes políticos, públicos e empresários.

Um relatório técnico do Tribunal de Constas do Estado de Rondônia, aponta que a ação dos envolvidos poderia gerar prejuízo de mais de R$ 1 milhão aos cofres públicos.

Agentes da Delegacia Especializada em Combate à Corrupção deflagaram a operação com o auxílio de outras unidades da Polícia Civil, além de policiais lotados no Ministério Público (MP), CAEX e GAECO.

Operação Articulata



O nome da operação, ARTICULATA foi inspirado na articulação promovida entre agentes públicos e empresários no afã de inviabilizar a livre concorrência em processo licitatório.

O objetivo dos mandados é levantar informações para compor o inquérito policial, possibilitando o posteriormente ressarcimento aos cofres públicos.

Vídeo da operação: https://youtu.be/43InY6AGXC8


Diário da Amazônia


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem