Motorista de aplicativo acusado de agredir criança de 5 anos nega acusações

 O motorista negou veemente a história contada pela mãe de uma criança de 5 anos, de que ele teria dado um soco na barriga do menino.



Um motorista de aplicativo, de 41 anos, que realizou uma corrida durante a madrugada de domingo, 22, negou veemente a história contada pela mãe de uma criança de 5 anos, de que ele teria dado um soco na barriga do menino. Ainda durante a madrugada, a criança deu entrada no Hospital Regional Perpétuo Scorro de Guajará-Mirim e o fato foi comunicado a Polícia por uma profissional da saúde que informou o estado clínico da criança. Matéria sobre o assunto: https://www.portalguajara.com/2021/08/pegou-no-flagra-esposa-flagra-marido_23.html

A reportagem do site obteve dados de que o profissional informou a Polícia nesta segunda-feira, 23, que recebeu uma ligação para fazer uma corrida por volta de 02h de domingo a um cliente, ao chegar no local entrou no carro uma mulher com 04 crianças, sendo uma de mais idade com 5 anos e o menor teria 2 meses de nascido. Ele afirma que a mulher se encontrava embriagada e que inclusive chegou a cair por cima das crianças, salientou ainda que já fez duas corridas para a mulher, nas vezes anteriores ela não o pagou e nesta última corrida ela deixou como garantia um bebê conforto de que iria pagar pelo serviço. Ele ainda alega que a informação repassada pela mãe de que ele teria dado um soco na criança é mentira. Agora ele pede providências que o caso requer.


omamoré

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem