Preso em Guajará-Mirim assassino que usou enxadeco para matar caseiro em Porto Velho

Zivaldo Fernandes Júnior, de 23 anos, confessou para os policiais da Delegacia de Homicídios de Porto Velho, na manhã desta sexta-feira (19), que matou caseiro Alonso Costa Coutinho, 45 anos, com um tiro no rosto e um golpe de enxadeco na cabeça no dia 21 de agosto deste ano em uma residência localizada no Km 23 da Linha 27, Ramal das Garças, às margens esquerda da BR-364, área rural de Porto Velho

Em depoimento, Zivaldo disse que matou o caseiro porque ele teria o acusado de ter cometido vários roubos na frente de outras pessoas durante uma bebedeira em um bar na região e desferido um tapa em seu rosto.

Após ser agredido, o criminoso disse que foi para sua residência e aguardou a vítima passar. “Quando ele passou em frente minha casa eu o avisei que o tapa e a acusação que ele fez contra minha pessoa não iria ficar de graça”, contou Zivaldo durante o depoimento destacando que após ter certeza que a vítima estava na residência, ele se armou, foi até o local e, ao avistar Alonso encostado na porta da geladeira próximo à janela, efetuou um tiro no rosto da vítima.

Não satisfeito, ele se armou com um enxadeco que estava no quintal da casa, subiu as escadas, desferiu um golpe na cabeça da vítima e saiu do local, fugindo para a Bolívia, mas foi preso em Guajará-Mirim por causa do furto de um saco de banana. “Eu dei um nome falso para os policiais, mas depois resolvi confessar que estava sendo procurado em Porto Velho”, disse Zivaldo.

Ele foi encaminhado pelos policiais até a capital na manhã desta sexta-feira e sem seguida levado para o presídio

Fonte: Rondoniagora.