PATAMO DO 6º BPM/FRON: Caminhonete roubada em Ji-Paraná é recuperada na zona rural de Guajará-Mirim; Receptadores Presos

Na noite desta sexta-feira (17) o Patrulhamento Tático Motorizado do 6º BPM/FRON com apoio de Rádios Patrulhas/6º BPM/FRON  após receberem denuncia anônima via Fone 190 que um veículo da marca Toyota modelo Hilux de cor bege de placa NXT 4519 com Placa  de Ji Paraná, e que o condutor estava em alta velocidade “dando cavalo de pau”, que ainda segundo a denúncia o referido veículo acabara de adentrar em um sitio na 8ª Linha do Bom Sossego zona rural do Município de Guajará-Mirim.

Caminhonete recuperada.

Os Policiais ao realizar pesquisa sobre a placa do veículo  foi constatado que o carro havia sido tomado de assalto na cidade de Ji Paraná na noite de quinta-feira (15) e o veiculo foi transportado até o município de Guajará-Mirim-RO, onde seria cruzado para a Bolívia, mas os Policiais do Patamo frustraram a ação criminosa.

Os Policias ao chegaram ao sitio avistaram a caminhonete e três elementos que ao perceberam a presença da Policia tentaram empreender fuga, logo sendo detidos pela Guarnição do 6º BPM/FRON que dava apoio a ação, sendo realizada busca pessoal em Jhonatan, sendo encontrado a chave do veiculo na sua posse. Os Policiais indagaram a Jhonatan e Maicon sobre a procedência do veiculo, e confessaram que receberam o veículo na tarde de quinta-feira (15), de um indivíduo de que reside no Bairro Serraria, na confluência da Av.: Antônio Correia da Costa c/ Campos Sales, e que ainda receberiam a quantia de R$ 500,00 cada um para deixar o carro escondido no  sítio.

A reportagem do Portal Guajará, apurou que Jhonatan, 23 anos e Maicon, 21 anos, ambos moradores do Bairro Serraria, foram apresentadas a Delegada de Plantão e flagranteados por Receptação, sendo que a Delegada arbitrou a fiança de 07 sala rios mínimos (R$ 6.678,00) para casa um, que não foram quitadas pelos flagranteados, e assim foram encaminhados ao Presidio Masculino de Guajará-Mirim, onde ficarão a disposição da justiça.

caminhonete no sitio.

Fonte: Portal Guajará.

Repórter Flaviano Sales