O QUE OCORRE COM O PDT? por Fábio Marques

Um espectro parece estar rondando as hostes do PDT em Guajará-Mirim. Há rumores de que o PDT estaria passando por uma crise aberta em sua cúpula interna. Notícias de alcova dão conta de que o partido está rachado em feudos que não se conciliam. O qüiproquó está formado e a guerrilha interna na legenda já descamba para níveis de discursos bem abaixo do patamar político.
##########
De uns tempos para cá o partido tem realizado reuniões as quais não convocam os baluartes do emblema, aqueles que possuem bagagem, idéias, propostas políticas e uma história de sangue, lágrimas e batalhas neste conjunto. O PDT de Guajará-Mirim é um partido que um dia já teve uma nominata gigante, mas que hoje comporta algumas pessoas pequenas de idéias medíocres e ambições nefastas. Hoje há uma crise de destino, uma crise de debates e uma crise de valores na legenda. Pessoas se achegaram ao partido apenas pelos cargos e benesses que o PDT dispõe no governo. Estas pessoas não se importam com projetos para a população. Não estão nem aí para os projetos que objetivam melhorias para os cidadãos.
##########
Sou contrário a presença de inconfiáveis no partido que ajudei na fundação em 1990. Nesta época o PDT era tido como um partido de vanguarda. Hoje percebe-se que aquela vanguarda fragmentou-se e o partido acabou cooptado pelos negócios da política que corroeu a rubrica genuína do idealismo do PDT. Tudo isso porque temos hoje uma colcha de retalhos formada por um balaio de gatos que quer se apropriar do partido e transformá-lo em correia de transmissão para suas benesses em forma de cargos para cupinchas e parentes.
##########
Lógico que ainda hoje também temos quadros de excelência e qualidade política como Rodrigo Nogueira, Augustinho Figueiredo, Valdo Freire e outros. O problema, como já foi citado, está no balaio de gatos que se atocaiou no partido e já está expondo as manguinhas de fora querendo bagunçar o coreto.
##########
Não se pratica democracia abrindo espaço para seus inimigos, mas sim lutando contra eles. Há que se definir se o PDT em Guajará-Mirim é um partido que barganha empregos, cargos públicos e outras benesses, ou se o PDT é um partido de princípios éticos e morais. Se é um partido que defende os interesses dos cidadãos ou é um partido de chegados a um oportunismo político como tem sido após a entrada de alguns mentecaptos que de essência política de esquerda não entendem “bulufas”.
##########
Nesta confusão de idéias é que o partido hoje se arrasta na cidade. Da pobreza de princípios e de um ativismo inoperante é que alguns cabeças-de-bagre anulam qualquer tipo de posição do partido em Guajará-Mirim, por não possuírem opinião sobre o que quer que seja em matéria de política. Não possuem cultura política nem cultura social para debater a fundo os problemas que mais nos afligem.
##########
O PDT de Guajará-Mirim não precisa de impostores nem de sonsos calados no partido. O PDT de Guajará tem história, tem passado, Tem vitórias.

AUTOR: FABIO MARQUES