Notas individuais do Enem 2017 são divulgadas; site do Inep apresenta instabilidade

O resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 foi liberado nesta quinta-feira (18) para consulta pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão do Ministério da Educação (MEC), responsável pela prova. O site do Inep apresenta instabilidade.

Os candidatos podem acessar a nota de desempenho, que traz as notas alcançadas em cada uma das quatro áreas de conhecimento avaliadas no Enem (linguagens, matemática, ciências humanas e ciências da natureza), além da prova de redação.

ACESSE A SUA NOTA DO ENEM 2017 AQUI

Para consultar suas notas, o candidato deve ter em mãos o CPF e a senha cadastrada no período da inscrição. Caso tenha esquecido ou perdido a senha, é possível recuperá-la.

A divulgação do resultado foi antecipada em um dia pelo MEC. O ministro da Educação, Mendonça Filho, classificou este como o “Enem mais tranquilo e seguro da história”.

A nota dos candidatos na condição de treineiros (inscritos menores de 18 anos na data da primeira prova e que concluirão o Ensino Médio em anos seguintes) será divulgada pelo MEC em 19 de março, em conjunto com os espelhos de redação de todos os candidatos.

As provas foram aplicadas nos dias 5 e 12 de novembro de 2017. Este foi o primeiro ano em que o Enem começou a ser realizado em dois domingos consecutivos. Até o exame de 2016, as provas eram realizadas em um único fim de semana, sábado e domingo. Além de ser usado no Sisu e em outros processos seletivos para vagas no ensino público superior, o resultado no exame também é considerado para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Sisu
Os mesmos dados de acesso à Página do Participante deverão ser usados para acessar o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que usa a nota do Enem. As inscrições para o primeiro semestre serão abertas de 29 de janeiro a 1º de fevereiro.