NA CÂMARA AUGUSTINHO DETONA: JÁ CHEGA, SENHOR PREFEITO!

Em inflamado discurso que proferiu na noite de segunda-feira (19) durante a sessão plenária da Câmara Municipal, o vereador Augustinho Figueiredo (PDT), alertou que a Câmara de Guajará-Mirim não pode arcar com as conseqüências dos atropelos e desmandos que hoje ocorrem em alguns setores da Prefeitura.

Segundo o edil, a situação está insuportável. “A falta de organização na coisa pública está fazendo com que a prefeitura fique perdida quanto ao critério de prioridades e os trabalhos desandam tornando mais caótico o dia-a-dia das pessoas”. Augustinho disse lamentar ter que se utilizar dos microfones da tribuna da Casa para reclamar de “Um prefeito que não consegue tapar um buraco nas avenidas da cidade”.

SESSÃO do dia 19/02/2018

Publicado por Augustinho Figueiredo em Segunda, 19 de fevereiro de 2018

Na ocasião, o vereador atentou que por algumas vezes se propôs a ajudar o prefeito Cícero Noronha na Secretaria de Obras e Serviços através da bagagem e know-how que possui em assuntos que envolvem o metié deste segmento público, mas que suas sugestões não foram bem aceitas. “O prefeito que falava que iria resolver todos os problemas da cidade, que iria mudar a história de Guajará-Mirim, que tinha dinheiro para comprar asfalto, para a iluminação pública, a Saúde, a Educação, estradas e rodagens, limpeza pública, que iria fazer e acontecer, hoje está parado e inerte frente aos problemas. A cidade está com todas suas avenidas alagadas, cheia de buracos, repleta de focos de doenças infecciosas, estradas vicinais ao completo abandono, alunos sem escolas para estudar e gente morrendo no Hospital Regional”.

A certa altura, em tom raivoso, Augustinho esmurrou o móvel da tribuna e vociferou: “Vossa excelência não se preocupa com essas coisas porque anda de automóvel, de avião… Mas quem está penando é o povão que anda de bicicleta está caindo e sofrendo escoriações e fraturas nos inúmeros buracos que estão tomando conta das avenidas”.

No ponto alto de seu discurso, Figueiredo detonou: “Pra mim chega! Já está passando da hora deste prefeito vir à público e dizer que não tem as mínimas condições de governar a cidade porque é incapaz, porque não tem jeito nem traquejo para o negócio”.

Ao final, Augustinho advogou que o prefeito tem que ser chamado à Câmara a fim de se explicar e dizer o que pretende fazer para tirar Guajará-Mirim do atraso em que se encontra por conta de má gestão municipal. “Todos os dias reclamações tem chegado à Câmara advindas de todos os âmbitos sociais. Os vereadores não podem e não devem se furtar o seu papel que é o de acatar todos os reclames e procurar dar respostas com embasamento nos fatos para aos cidadãos”, concluiu.

Fonte: Assessoria