Mensagem de saudades ao amigo “Sabazão” vereador Roberto do Mercado e família

 

 

Neste momento de dor solidarizo com a família do ante querido “Sabazão”:

Tenho razão de sentir saudade, tenho razão de te acusar. Houve um pacto implícito que rompeste e sem se despedir tu te foste. Detonaste o pacto. Detonou a vida geral, a comum aquiescência de viver e explorar os rumos de obscuridade sem prazo sem consulta sem provocação até o limite das folhas caídas na hora de cair. Antecipaste à hora.
Teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo nossas horas. Que poderias ter feito de mais grave do que o ato sem continuação, o ato em si, o ato que não ousamos nem sabemos ousar porque depois dele não há nada? Sim, tenho saudades. Sim, acuso-te porque fizeste o não previsto nas leis da amizade e da natureza nem nos deixaste sequer o direito de indagar porque o fizeste, porque partiu prematuramente, você Sabazão ficará na nossa memória para sempre, que nosso bom Deus te receba de braços aberto. Vereador Roberto do Mercado e família.