GEC aguarda laudos para garantir mando de campo no João Saldanha

Federação deu prazo até 15 dias antes da primeira rodada. Prefeitura garante que estádio estará devidamente regularizado para os jogos do Guajará.

Estádio João Saldanha, em Guajará Mirim (Foto: Júnior Freitas)

Estádio Municipal João Saldanha, casa do Guajará, ainda não recebeu nenhuma vistoria e não está regularizado para receber os jogos do Campeonato Rondoniense de 2018.

O prazo para que os clubes entreguem os laudos para a Federação de Futebol do Estado de Rondônia, a FFER, é 15 dias antes da primeira rodada, marcada iniciar no dia 10 de fevereiro, ou seja, os laudos devem ser emitidos e entregues até o próximo dia 26.

De acordo com a diretoria do Glorioso da Pérola do Mamoré, o clube já formalizou através de ofício o pedido para que a Prefeitura Municipal faça a manutenção e deixe o João Saldanha em condições de receber os jogos, com todos os laudos emitidos.

Para que o João Saldanha seja devidamente liberado para os jogos do estadual, são necessários quatro laudos: Subgrupamento do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Vigilância Sanitária e Engenharia, porém até esta segunda-feira, 8, nenhum dos órgãos havia feito nenhuma vistoria ou emissão do laudo.

Estádio João Saldanha, em Guajará Mirim (Foto: Júnior Freitas)

O atual comandante do Corpo de Bombeiros, Josimar Bragado, declarou que o certificado emitido em 2017 tem validade até o próximo dia 7 de março, porém é necessário fazer uma nova vistoria e renovar o documento para que não haja problemas durante o Campeonato Rondoniense enquanto o GEC estiver mandando seus jogos em casa.

 – Ainda não temos nenhuma solicitação de vistoria no estádio. Existe a necessidade de se fazer as Anotações de Responsabilidade Técnica do engenheiro (ART)com relação ao Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA), entre outros quesitos como a lotação, extintores de incêndio e trava de segurança – explica o comandante.

Comandante Bragado disse ainda que a capacidade máxima do João Saldanha é de 1.376 pessoas e que não será permitido que o clube exceda essa quantidade de público durante os jogos

– Com base no projeto, a capacidade é essa, não podendo aumentar. Assim que recebermos a solicitação faremos a inspeção, caso esteja tudo de acordo já emitiremos o laudo – finalizou.

Segundo o departamento jurídico da prefeitura os quatro laudos serão emitidos dentro do prazo para garantir ao Guajará o direito de mandar os jogos em casa diante de sua torcida. A previsão é que o estádio esteja regularizado antes do próximo dia 20.

Fonte: Globo Esporte/RO/Junior Freitas