Expedito firma pacto pelas mulheres: políticas públicas, defesa e proteção

O candidato ao governo de Rondônia, Expedito Júnior (PSDB) participou ontem, em Porto velho, de um encontro para firmar um compromisso, um pacto, entre todos os candidatos da coligação, quer sejam: estaduais, federais, senadores e governador, em torno de uma proposta de políticas públicas voltadas para as problemáticas da mulher rondoniense. A esposa do candidato ao governo, advogada Val Ferreira, comandou o encontro ao lado das esposas dos dois candidatos ao Senado federal: Andréia (Marcos Rogério) e Luciene (pastor Edésio Fernandes), e também de Pâmela, esposa do candidato a vice-governador, Maurício Carvalho. Mulheres de diferentes segmentos, mas comprometidas com uma política social diferenciada.

Durante o evento, Expedito Júnior discursou: “Você, mulher, precisa ser ouvida e ter seus problemas debatidos, por isso firmei o compromisso de conduzir políticas públicas especialmente voltadas para vocês. Não poderia deixar de agradecer aqui à minha esposa Val Ferreira, que lidera esse movimento tão importante, bem como todas as mulheres que estão empenhadas em levantar essa bandeira conosco”.

ALGUMA DAS PROPOSTAS

Já no primeiro ano de Governo, vamos qualificar os serviços existentes (capacitação e treinamento de servidores) com regras de atendimento às Mulheres de acordo com a sua fase de vida e domicílio (rural ou urbano):

Fazer funcionar os Serviços existentes:

– Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher;

– Demais delegacias, onde não existe a delegacia especializada;

– Polícia Militar e Unidades Móveis do Corpo de Bombeiros;

– Centros de Referência;

– Casas Abrigos ou unidades que prestam serviços similares;

– Serviços de saúde;

– Instituto Médico Legal;

– Defensoria Pública;

– Secretaria de Saúde e gestores dos programas;

– Secretaria de Educação e gestores de unidades escolares;

– Secretaria de Assistência Social e gestores de programas (habitação, trabalho rural e urbano, segurança alimentar, etc);

– Demais órgãos públicos.

CRIAÇÃO DE COMISSÃO DE POLÍTICAS PARA AS MULHERES como coordenadora de todas as ações da Política Estadual para Mulheres. Atuando através de ações articuladas envolvendo as secretarias (SESAU, SEDUC, SEAS, SEJUS, SEAGRI, etc) e parceiros: MP e Poder Judiciário para:

  1. a) Articulação transversal e intersetorial

Transversalidade: Colocar diferentes políticas em contato, comunicando e produzindo melhor

  1. b) Assessoramento técnico: promovendo qualidade no planejamento e na execução e garantindo as especialidades e recortes necessários para atender as mulheres.
  2. Baixe o documento na íntegra aqui

Vejam algumas fotos de Marcelo Gladson:

 

Fonte: Assessoria