Enlace matrimonial, noivos Ediney Rodrigues Monteiro e Simone Manussakis Ferreira Monteiro.

O casamento é um laço de amor. Um laço que deve ser leve como um abraço, não apertado como um nó, mas firme o suficiente para não se desfazer com o vento.

O casamento deve ser feito de amor, de respeito e admiração. Deve sobreviver ao fim da paixão, a tormentas e qualquer tipo de tentação. Num casamento deve haver diálogo, não discussão. O importante não é saber quem tem razão, mas encontrar um consenso. 

Num casamento, as duas partes devem aprender a ceder. Se apenas um cede, sem nada em troca receber, a frustração se instala e a amargura pode começar a crescer.

As mágoas e tristezas que surgem não devem ser guardadas, devem virar palavras, que sejam escritas ou faladas. As palavras emudecidas viram rancor. E não há nada melhor para acabar com o amor do que um baú de memórias cheio de rancor.

O casamento é apenas o começo! Um laço de amor que pode guardar um presente maravilhoso para o futuro.

Agradecimentos especiais, minha cunhada EdicleiaRodrigues Monteiro, Miguele sua filhas Raquel e Mireia, vieram de Curitiba prestigiar meu casamento, meu pai João Lucas, veio de Cacoal, Meus irmãos Suely e Adriano, tios Lourival, Samuel e conceição, meu sogro Evaristo Monteiro, minha sogra Maria de Fátima (in memoriam), minha mãe Maria Bernadeth, minhas filhas Isabela Samilly e Maria Giovanna, obrigada as minha amigas Aline, Jordana, minha prima Emilly, minha madrinha Ana Paula.

Muito obrigado per terem vindo ao meu casamento, todos vocês moram no meu coração.



Fonte: Portal Guajará.

Cobertura: Flaviano Sales – 9-8418-4575