Cidadão Guajaramirense da exemplos de quem se esforça por melhorar sua cidade.

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, listras e atividades ao ar livre

Cidadania é o exercício dos direitos e deveres civis. Saber viver em comunidade não é fácil. Pelo contrário, é um aprendizado constante. Em tempos de crise, como as pessoas podem se doar, ter boas ações e cobrar atitudes conscientes umas das outras sem implicar desavenças, brigas ou desrespeito?

Muitas delas estão mexidas com o rumo e o momento delicado do nosso município de Guajará-Mirim,RO, o que as têm atrapalhado, seja na falta de motivação, descrédito nas ações do executivo municipal. Ao mesmo tempo, nessas horas, é preciso aflorar sentimentos de superação, união, contribuição, compromisso com o outro, respeito e cuidado com o mundo à sua volta.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé, listras e atividades ao ar livre

Pensando em boas condutas e servindo de exemplo de cidadania, chegamos na residencia do Senhor Josué Viana Dácio (Bocão), morador do bairro tamandaré que nos convida a refletir sobre como agir diante de nossos direitos e deveres e mostra a exuberância de algo que podemos observar como “obra de arte”, onde o litro que após o termino do líquido que jogamos no lixo ou o pneu já degastado que já não é utilizado o mesmo encontrou um jeito de reaproveitar e poder dar uma nova forma de esculturas e vasos para belas plantas floridas que embelezam a frente de sua residencia.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado

“Cansei de me deparar com o mato alto que tinha e a sensação de insegurança pela parte noturna, ainda mais com o odor de animais mortos que jogavam, deixando o local completamente devastador. Quero a rua e a cidade onde moro mais limpa, organizada e bonita”. Esta foi a resposta do Senhor Josué Viana Dácio (Bocão) , 51 anos, ao ser questionado sobre o motivo que o levou há fazer a limpeza do passeio público ao lado da sua residência localizada na Av. Dom Xavier Rey, bairro tamandaré.

Perguntado sobre a ação, que para a maioria das pessoas é uma obrigação do poder público, ele diz que está fazendo a sua parte como morador. “Quando cheguei aqui comecei a fazer e agora já tem vizinho fazendo”, acrescenta.

A imagem pode conter: planta e atividades ao ar livre

No entendimento de (Bocão), cada proprietário de terreno no perímetro urbano da cidade poderia fazer a limpeza. “É uma contribuição que estamos dando para a cidade de Guajará-Mirim, local onde moramos e temos família. São poucos minutos utilizados”, ressalta.

A reportagem do Portal Guajará conversou com a vizinhança pela redondeza e nos relataram que a atitude do Josué bocão é um exemplo a ser seguido por muitos e que até mesmo serviu de isentivo a outros moradores a estarem cuidando da frente das suas respectivas propriedades.

Ao final da reportagem o Senhor Josué Viana Dácio (Bocão) disse que é um prazer poder fazer algo pelo seu município e deixa um pensamento ao leitor “que nem tudo que achamos que é lixo, pode virar lixo, basta você saber aproveitar aquilo que você tem”.

Veja como era o local antes dos trabalhos realizados pelo Senhor Josué Bocão.

Veja como ficou.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé, listras e atividades ao ar livre
A imagem pode conter: 1 pessoa, atividades ao ar livre
A imagem pode conter: planta e atividades ao ar livre
A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, em pé, grama, árvore, atividades ao ar livre e natureza
A imagem pode conter: planta, atividades ao ar livre e texto
A imagem pode conter: grama, árvore, atividades ao ar livre e natureza
A imagem pode conter: atividades ao ar livre
A imagem pode conter: planta
A imagem pode conter: planta, flor, árvore e atividades ao ar livre
A imagem pode conter: planta, árvore e atividades ao ar livre

Fonte: Portal Guajará / Por: Rafael Guilherme DRT:1768