CÂMARA VOTA ORÇAMENTO MUNICIPAL

Depois de amplas e acaloradas discussões, a Câmara Municipal de Guajará-Mirim aprovou em sessão extraordinária na manhã de sexta-feira (22) a proposta orçamentária do Prefeito Cícero Noronha para o exercício de 2.018. O relatório com a previsão do Orçamento da prefeitura passou pela análise de todos os edis com o intuito de definir prioridades e apresentar emendas na área de atuação (Saúde, Educação, Assistência social, Cultura, Esporte e Lazer, infra-estrutura e desenvolvimento urbano, Meio Ambiente, dentre outros…)

Segundo o que foi acordado pelos vereadores, a Prefeitura deverá manejar em 2.018 recursos da ordem de R$ 100.581.012,18 (Cem Milhões, quinhentos e oitenta e um mil, doze Reais e dezoito centavos). Os vereadores esperam que com este montante, o Prefeito possa ao menos colocar em dias a folha de pagamentos.

Sempre ríspido e polêmico em suas posições, o vereador Isaac Carreirinha (DEM) cobrou a presença do prefeito Cícero Noronha nesta importante votação. “Isto é uma vergonha. Estamos aqui para decidir a aplicação dos recursos, estamos aqui para decidir o futuro da cidade. E onde é que está o prefeito?”, reclamou.

Ao término da reunião o Presidente da Casa de Leis, advogado Sérgio Bouez (PSB), cobrou a participação mais direta dos cidadãos na decisão de como os recursos da cidade devem ser fracionados e pediu a todos os vereadores que acompanhem passo a passo a efetiva aplicação dos recursos.

O Projeto de Lei com a previsão do Orçamento Municipal foi aprovado com o voto em contrário do vereador João Vanderlei. O prefeito Cícero Noronha tem o prazo de 15 dias para se manifestar acerca das emendas apresentadas e dar seu parecer.

Fonte: Assessoria/Fábio Marques